Graduação Pós-Graduação Pesquisa Extensão Biblioteca Intercâmbios Comunicação A FFLCH  
Skip to Content

Games e Gamificação no Ensino de Línguas

Games e Gamificação no Ensino de Línguas

 

Ministrantes: Prof. Dr. Marcelo de Miranda

Público Alvo: 

Estudantes de graduação, pós-graduação, professores da rede pública e privada e profissionais de Letras em geral.

Local da Oficina: Sala multimídia, na Casa de Cultura Japonesa

Valor USP: R$25,00

Valor Público Externo: R$60,00

Período de Inscrição: 29/10 a 05/11

Vagas: 30 vagas

Data: 08/11/19, Sexta-feira

Horário: 14h - 18h

Carga Horária Total: 4 horas 

 

Inscrições Público USP -> clique aqui <-

Inscrições Público Externo -> clique aqui <-

1 – Programa da palestra:

  • Definição e diferenciação de gamificação, serios games e games na educação;
  • Tipos de jogadores, elementos dos games;
  • Games e gamificação em outros contextos;
  • Empiria com jogos de tabuleiro, cartas e dados em espanhol
  • Discussão sobre os elementos dos games experienciados e possibilidades pedagógicas/metodologia de ensino.

 

2 – Objetivo geral:

A oficina se propõe a criar situações em que os participantes sejam instigados a jogar e pensar nos games e na gamificação enquanto possibilidade pedagógica/ metodologia de ensino. Com o uso de jogos de dados, cartas, escape de mesa e outros e, a partir do contato e vivencia com esses jogos, pretende refletir a respeito do conceito de games, jogos sérios e gamificação na educação para, então, pensar em práticas gamificadas no ensino de línguas. O objetivo é propor a construção de uma prática
pedagógica colaborativa com o intuito de pensar novos espaços para a aprendizagem.

3 - Bibliografia:

ARANDA, D.; SÁNCHEZ-NAVARRO, J. Ludoliteracy: the unfinished business of media literacy. Revista Comein, n. 71. dez. 2017. Disponível em: http://comein.uoc.edu/divulgacio/comein/es/ Acesso em: 01 jun. 2016.

Bartle, R. (1990). Who Plays MUAs? Comms Plus! 18-19. Recuperado de: . Bartle, R. (1996). Hearts, Clubs, Diamonds, Spades: Players Who Suit MUDs.

BUCKINGHAM, D.; BURNS, A. Game literacy in theory and practice. Journal of Educational Multimedia and Hypermedia, v. 16, n. 3, p.323–349, 2007.

BURKE, B. Gamification 2020: What Is the Future of Gamification? Gartner, Inc., [S.l.], nov. 2012. Disponível em: https://www.gartner.com/doc/2226015/gamification--future-gamification Acesso em: 25 out. 2017.

BUSARELLO, R. I.; ULBRICHT, V. R.; FADEL, L. M. A gamificação e a sistemática do jogo: conceitos sobre a gamificação como recurso motivacional. In: FADEL, L. M. et al. (Orgs.). Gamificação na Educação. São Paulo: Pimenta Cultural, 2014. p. 11-37.

CHOU, Y. Octalysis: Complete Gamification Framework. [S.l.], 2015. Disponível em: http://www.yukaichou.com Acesso em: 25 jun. 2015.

CONTRERAS-ESPINOSA, R. S. Juegos digitales y gamificación aplicados en el ámbito de la educación. Revista Iberoamericana de Educación a Distancia, [S.l.], v. 19, n. 2, p. 27-33, 2016.

DETERDING, S. et al. Gamification. using game-design elements in non-gaming contexts. In:  ANNUAL CONFERENCE EXTENDED ABSTRACTS ON HUMAN FACTORS IN COMPUTING SYSTEMS - CHI EA, 11., 2011, New York. Proceedings…  New York: ACM Press, 2011.

FARDO, M. L. A Gamificação como Estratégia Pedagógica: Estudo de Elementos dos Games Aplicados em Processos de Ensino e Aprendizagem. 2013. 104 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade de Caxias do Sul (UCS), Caxias do Sul, 2013.

GEE. J. P. Lo que nos enseñan los videojuegos sobre el aprendizaje y el alfabetismo. Málaga: Ediciones Aljibe, 2004.

HORIZON Report. The Complete NMC/CoSN Horizon Report: 2017 K–12 Edition. [S.l.], 2017. Disponível em: http://2017-nmc-cosn-horizon-report-k12resources.org/  Acesso em: 01 fev. 2018.

HUIZINGA, J. Homo Ludens: O jogo como elemento da Cultura. 4. ed. São Paulo: Perspectiva, 2000.

Jiménez, D. y Jiménez, A. (2016). La lectura como juego. El termolector. V Congreso Internacional de Investigación Multidisciplinar Educativa “CIMIE16”. AMIE - Asociación Multidisciplinar Investigación Educativa. Universidad de Sevilla.

KAPP, K. M. The gamification of learning and instruction: game-based methods and strategies for training and education. John Wiley &amp; Sons, 2012.

LACERDA, M. M. O Professor de Espanhol na Era Digital: da contextualização a prática. In: GOMES, A. T.; PONTES, V. O. Espanhol no Brasil: perspectivas teóricas e metodológicas. Curitiba: CRV, 2015.

Lacerda, M. M. Letramento digital e o ensino de língua espanhola no IFNMG, Campus Pirapora/MG. In: SILVA JÚNIOR, A. F. (Org). Ensino de Espanhol nos institutos federais: Cenário nacional e experiências didáticas. Campinas: Pontes Editores, 2017.

LACERDA, Marcelo Miranda; SCHLEMMER, Eliane. Letramento Digital na perspectiva emancipatória, digital e cidadã no desenvolvimento de práticas educativas gamificadas.Revista Diálogo Educacional, [S.l.], v. 18, n. 58, set. 2018. ISSN 1981- 416X. Disponível em:
https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/24112/22986
Acesso em: 25 abr. 2018a. doi:http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.18.058.DS03